Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado de São Paulo

Alesp aprova antecipação de feriado de 9 de julho para segunda-feira (25)

A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) aprovou o projeto de lei que antecipa o feriado de 9 de julho (Revolução Constitucionalista) para a próxima segunda-feira (25). O feriado vale para todo o estado de São Paulo.

O objetivo do governador junto aos prefeitos é aumentar o isolamento social no estado, São Paulo concentra o maior número de casos confirmados e de mortes pelo novo coronavírus, e se tornou o epicentro de casos do país.

Com a antecipação do feriado aprovado para a próxima segunda-feira, a capital paulistana terá um mega-feriado de seis dias. Foram antecipados o Corpus Christi (11/06) e o Dia da Consciência Negra (20/11).

Nas sete cidades que compõem o ABC Paulista (Santo André, São Bernardo, Diadema, São Caetano, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra) hoje é feriado. Com isso, a região terá um feriadão de quatro dias incluindo a próxima segunda-feira.

Outras cidades da Grande São Paulo decretaram ponto facultativo nesta sexta. A medida foi definida pelo Cioeste, consórcio que reúne as cidades de Barueri, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Pirapora do Bom Jesus, Osasco, Santana de Parnaíba e Vargem Grande Paulista.

Em Campinas a Câmara de Vereadores aprovou o projeto de lei para antecipar os feriados de Corpus Christi e da Consciência Negra, na tentativa de aumentar o isolamento social e evitar o aumento de casos do novo coronavírus. O projeto do Executivo prevê que as duas datas sejam antecipadas para terça (26) e quarta (27), respectivamente, se juntando ao feriado estadual de 9 de julho, da Revolução Constitucionalista, que será antecipado para a próxima segunda-feira (25).

Nas outras 30 cidades da região de Campinas, 18 prefeituras informaram que não vão antecipar os feriados municipais. Outras cinco cidades ainda estão analisando a medida, após orientação do governo do estado.