29 de agosto de 2017

Por que os pavimentos das rodovias do Brasil não duram?

Por que os pavimentos das rodovias do Brasil não duram?

Buracos, ondulações, fissuras, trincas. Esses são alguns dos defeitos encontrados em mais da metade das rodovias pavimentadas do Brasil. O pavimento executado com asfalto, mais comum no país, tem vida útil estimada entre 8 e 12 anos. Mas, na prática, os problemas estruturais começam a aparecer bem antes: em alguns casos, apenas sete meses após a conclusão da rodovia. Por …

Leia mais.

Falta de atenção é fator que mais mata nas rodovias federais

A falta de atenção foi o fator que provocou o maior número de mortes nas rodovias federais em 2016. É o que revela a terceira edição do Atlas da Acidentalidade no Transporte, divulgado nessa semana pela Volvo. O documento, feito a partir do banco de dados da PRF (Polícia Rodoviária Federal), faz um diagnóstico dos acidentes de trânsito nas 165 …

Leia mais.

---

Empresa que transporta medicamentos não precisa de registro no Conselho Regional de Farmácia

Uma empresa catarinense que trabalha com transporte de medicamentos não é obrigada a manter registro no Conselho Regional de Farmácia de Santa Catarina (CRF/SC) e contratar um farmacêutico responsável. O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) determinou a inexigibilidade na última semana. A empresa atua na área de transportes de cargas em geral e há alguns anos começou a …

Leia mais.

---

NTC&Logística encaminha ofício à ANTT pedindo o fim do CIOT

A NTC tem recebido inúmeros relatos de problemas relacionados ao Código Identificador das Operações de Transporte – CIOT, nos termos da Resolução ANTT nº 3.658/2011, que vêm afetando significativamente o custo e as operações dos transportadores rodoviário de cargas, no que se refere à sua emissão e disponibilização no documento de transporte. Por conta disso, encaminhou ofício à ANTT, protocolado …

Leia mais.

---

Governo qualifica mais 32 projetos para concessão na área de transportes

A terceira rodada do PPI (Programa de Parcerias de Investimentos), realizada nesta quarta-feira (23/8), no Palácio do Planalto, qualificou mais 32 empreendimentos do setor de infraestrutura de transportes que serão concedidos à iniciativa privada. São 15 novos arrendamentos portuários, os estudos para a desestatização da Codesa (Companhia Docas do Espírito Santo), duas rodovias, 14 aeroportos, além da venda da participação …

Leia mais.

---